close

Ação Descubra Beberibe

História

Quatro homens e uma jangada

JangadeirosindoparaoRJ_filme_cinema

Nove horas do dia 14 de setembro de 1941. Quatro jangadeiros – Jacaré, Jerônimo, Tatá e Mané Preto – partem da Praia do Peixe, em Fortaleza, para realizar uma dos maiores feitos da náutica brasileira: navegar em uma jangada até o Rio de Janeiro, então Capital Federal, para pedir ao Presidente Getúlio Vargas direitos sociais para os 35 mil jangadeiros do Ceará.

A bordo da jangada São Pedro, não levavam consigo nada que não fosse o próprio conhecimento  – nenhum instrumento de navegação, nenhuma bússola ou carta náutica. Eram apenas quatro homens e uma jangada.

Como numa novela, o país acompanhou pelas rádios e jornais todo o desenrolar da aventura dos jangadeiros. Pouco mais de dois meses e 1650 milhas náuticas depois, navegando predominantemente com ventos e correntes contrárias, chegaram triunfantes à Baía de Guanabara, onde a população se aglomerava para recebê-los.

Getúlio não poderia deixar de fazer o mesmo, dada a popularidade alcançada pelos jangadeiros. Já o almejado direito à aposentadoria só viria 30 anos depois.

Na rota da São Pedro, contudo, cruzou-se uma outra: a do cineasta Orson Welles, um dos maiores nomes do cinema mundial, cujo centenário foi comemorado este mês. Hollywood havia encomendado a Welles um documentário sobre o Brasil, como parte do esforço norte-americano de atrair Getúlio à esfera aliada na Segunda Guerra.

Welles havia lido uma reportagem a respeito da travessia dos jangadeiros na revista Time e se encantou com o assunto, que virou um dos episódios do seu célebre e inacabado documentário “É Tudo Verdade”.

Sua vinda para o Brasil, a temporada no Ceará, o temperamento expansivo e despojado do “galegão” foram marcantes e resultaram num dos mais belos registros visuais do cotidiano dos jangadeiros do nordeste: o episódio “Four Men on a Raft”, uma montagem post-mortem das cenas filmadas por Welles, disponível no YouTube, um filme que vale a pena assistir.  São 46 minutos de pura poesia visual.

O filme inacabado de Welles conferiu notoriedade e repercussão à travessia da São Pedro e à causa dos jangadeiros, mas cobrou um alto preço. Nas refilmagens da chegada ao Rio de Janeiro, em maio de 1942, um acidente com a jangada derruba os homens ao mar.  Apesar de exímio nadador, Jacaré desaparece nas águas revoltas da Guanabara. Seu corpo jamais foi encontrado.

 

Fonte

 

Veja mais:

Orson Welles faz história em Fortaleza

A saga dos jangadeiros em busca de seus direitos

O raid da jangada São Pedro: pescadores, Estado Novo e luta por direitos

Leia Mais
BeberibeHistória

O Mercado Público, as feirinhas e a simplicidade de uma vida feliz

DescubraBeberibe_Beberibe-9

Ok, as praias de Beberibe são deslumbrantes e pode parecer perda de tempo não gastar todos os minutos no Ceará curtindo uma praia. Mas a gente traz aqui uma dica pra um passeio matinal que faz um recorte bastante interessante desta cidadezinha incrível que é Beberibe.  Pelas manhãs, bem cedinho, no centro, o Mercado Público abre com peças fresquinhas de espécies como guarajuba, cavala, serra, cioba, gaiuba, ariacó, beijupirá, arraia e tudo mais que os pescadores angariam em suas viagens pro mar. É lá também que você vai encontrar  camarão e caranguejo, estes últimos comercializados do lado de fora do mercado.  Ao contrário do sul do país, aqui é bem cedo que a vida acontece. Pelas manhãs a cidade enche de gente de todas as localidades, paus de arara vem para reabastecer as comunidades do sertão, e a simplicidade da vida fica transparente nas interações entre todas as gentes.

O Mercado Público fica um pouco escondido, num bequinho bem central, ao lado da Farmácia Jesus. No entorno há também dois centros de abastecimento e ao lado do mercado do Peixe mais duas feirinhas, uma na quadra interna do mercado com itens de vestuário e às vezes decoração, e na pracinha ao lado, uma feira de alimentos e de secos e molhados.

O passeio vale demais pelas histórias que se ouve em um dedo de prosa, e pela observação que proporciona de uma dinâmica muito própria de Beberibe e dos beberibenses. E se você quiser levar pra casa peças curiosas como um autêntico ralador de coco cearense, é lá que você vai encontrar.

Aproveite para tomar um sorvete, visitar o Memorial que conta parte da história da cidade,  e andar tranquilo pelas ruas. Você é bem-vindo aqui. Explore, divirta-se, descubra Beberibe.

Leia Mais
BeberibeeducaçãoMeio ambiente

Primeiro grande mutirão de limpeza das praias

descubra_beberibe_praia_ceara_nordeste_rebola_lixo_no_mato_nao

No dia 12 de novembro mais de 250 moradores, turistas, alunos e veranistas se reuniram em 4 das 11 praias de Beberibe para retirar mais de 5 caminhões lotado de lixo das areias. Confere a matéria produzida e exibida pela TV Jangadeiro.

Agradecemos demais ao Rick, ao Sílvio e a todo o pessoal do programa Gente na TV e TV Jangadeiro por terem fortalecido o projeto ecoando a nossa mensagem.

Leia Mais
Beberibe

Descubra Beberibe: moradores levam cores e criatividade para espaços públicos

instalada_5

Por rosanaromao em Destinos / Tribuna do Ceará

11 de novembro de 2016

Intervenções devem seguir após o lançamento do projeto. (FOTO: divulgação)

Intervenções devem seguir após o lançamento do projeto. (FOTO: divulgação)

A Associação Movimento Beberibe – AMO Beberibe se reúne desde agosto em prol de mudar a paisagem da cidade e região. Com lixeiras sustentáveis e frases espalhadas pelas ruas, o grupo deu um colorido ao ambiente. As ações fazem parte do projeto Descubra Beberibe, que será lançado neste sábado (12). O objetivo é modificar a paisagem local e, por conseguinte, o cotidiano de moradores e turistas durante o ano inteiro.

O lançamento contará com uma ação de limpeza da praia e a apresentação dos produtos desenvolvidos em colaboração, entre eles um site alimentado pela Associação. A ação já mobilizou cerca de 500 moradores e voluntários dispostos a cobrir os pontos mais críticos de quatro das 11 praias que compõem Beberibe – Morro Branco, Praia das Fontes, Praia do Diogo e Tabuba do Morro Branco. O projeto se propõe a cobrir todo o território da cidade gradativamente, à medida que o projeto avança.

A ação já mobilizou cerca de 500 moradores e voluntários dispostos a cobrir os pontos mais críticos das praias. (FOTO: divulgação)

A ação já mobilizou cerca de 500 moradores e voluntários dispostos a cobrir os pontos mais críticos das praias. (FOTO: divulgação)

Metade dos sacos de lixo foram doados, outra metade comprada, a preço de custo, pela AMO. As lixeiras foram feitas de pneus velhos por voluntários da Associação (espalhada pelas áreas urbanas, litorâneas e sertão). As placas também foram desenvolvidas voluntariamente, com mensagens positivas por um melhor aproveitamento das localidades, e oito bibliotecas de rua – uma delas na porção sertaneja do distrito.

As bibliotecas reaproveitaram estruturas já descartadas, como geladeiras sem uso. Com isso elas não só se mostram como novo recurso como são ideais para a proteção das publicações. Os livros podem ser retirados a qualquer momento – quem retira que se responsabiliza pelo retorno. A localização delas também está disponibilizada no site do projeto – onde está indicada, ainda, a forma de doação de mais livros.

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

O Descubra Beberibe atua também numa dimensão virtual. O projeto é construído coletivamente através da plataforma Trello, pelas redes sociais e pelo aplicativo Whats app, que tem sido uma ferramenta facilitadora na conquista de doações e ajuda mútua entre os entes do grupo.

O projeto se amplia, ainda, pela web, em ações estendidas, pois entende o turismo não está restrito às datas comemorativas ou períodos de alta estação. Uma melhor cidade para seus moradores é também uma cidade melhor para os visitantes. Assim, para divulgação do local e como meio de estreitar o relacionamento de moradores e turistas, a AMO Beberibe vem desenvolvendo um plano de atuação também pelo marketing digital, com a geração de conteúdo sobre a cidade, google ads, SEO, redes sociais, e-mail marketing e outros materiais digitais.

Serviço
Lançamento do projeto Descubra Beberibe com mutirão de limpeza das praias da localidade
Data: 12 de novembro
Horário: a partir das 8h nas praias (7h concentração na Praça da Igreja na sede/centro).
Site

 

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

 

 

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

(FOTO: divulgação)

Leia Mais